SEED Ciências


Mantendo a Segurança no Trânsito

Montagem de Segurança no Trânsito

Métodos modernos de locomoção realmente mudaram o mundo. Percursos que levavam dias agora levam horas; os que levavam horas agora podem levar minutos. Nossos métodos de locomoção progrediram: primeiro, andávamos a pé, depois passamos a andar em cavalos ou burros ou em veículos puxados por esses animais, a pedalar bicicletas e a dirigir ou andar em veículos motorizados como motocicletas, carros, ônibus ou caminhões. Juntamente com todos esses veículos vieram as ruas e estradas para comportá-los.

 

Tráfego lento 
Foto gentilmente cedida por Nigar Sadigova

As vias em Baku, no Azerbaijão, podem ficar extremamente lentas em certos períodos do dia. Todos os tipos de veículos trafegam sobre essas vias.

 

Estrada antiga 
Foto gentilmente cedida por Ray Flanigan

Algumas estradas antigas ainda existem, como essa em uma região rural da Irlanda. Contudo, vias que não tenham sido modernizadas não são capazes de acomodar o tráfego moderno.
 

A segurança no trânsito tem sido fonte de preocupação desde que as primeiras vias foram construídas na antiga Mesopotâmia, em cerca de 4000 a.C. Essas vias serviam para fornecer uma superfície mais sólida para veículos com rodas, mas na verdade eram percorridas por quase todo tipo de meio de locomoção: veículos com rodas, pessoas a pé e, na maior parte da história humana, em várias partes do mundo, pessoas conduzindo cavalos e burros. Desde as primeiras vias, o número de veículos com rodas tem aumentado exponencialmente.

Vários veículos compartilham as vias modernas, dependendo de onde você vive. Em alguns países podemos ver automóveis, ônibus, caminhões, carroças puxadas por cavalos ou bois, motocicletas, scooters, bicicletas e riquixás usando as mesmas vias. E, obviamente, pessoas andando. Todos os veículos se movem a diferentes velocidades, a menos que estejam presos em um congestionamento. Cada motorista vê a via e os veículos ao seu redor sob seu ângulo de visão e sua perspectiva na via. E, na maior parte do tempo, cada veículo está se dirigindo a um destino diferente. A combinação desses fatores transforma o uso das vias modernas em desafio.

Estrada em Phnom Penh 
Foto gentilmente cedida por Nurulhuda Shegrud 

Motocicletas e carroças puxadas por motocicletas devem competir com caminhões e carros nas ruas de Phnom Penh, no Camboja.

 

Avenida em Paris 
Foto gentilmente cedida por Carlos Sandoval 

Ônibus, automóveis e motocicletas percorrem os famosos paralelepípedos da Champs-Élysées, em Paris, França.

 

Rua em Zipaquira 
Foto gentilmente cedida por Juan Esteban Revelo Hinestroza

No pequeno município de Zipaquira e em vários outros lugares na Colômbia, carroças puxadas por animais andam ao lado de caminhões e carros nas ruas.

À medida que o trânsito se tornou mais complexo, foram desenvolvidas regras para controlar a localização e a direção dos veículos. Sinais e placas controlam o fluxo do tráfego. Contudo, nem todos observam as regras ou obedecem aos sinais e placas. Quando as pessoas não cooperam, elas colocam outras pessoas em risco, além de si mesmas. Além disso, podem surgir várias situações que simplesmente não são cobertas por essas regras. Vários fatores podem deixar o tráfego mais difícil: projetos ruins de vias e estradas, veículos sem manutenção adequada e mau tempo, tudo isso pode criar vários tipos de perigos.

Acidente em Tyumen

Foto gentilmente cedida por Mikhail Vorotyntsev 

Os condutores de veículos menores precisam estar cientes da localização de caminhões maiores, como demonstra esse acidente, ocorrido em Tyumen, Rússia.

O grande perigo: colisões entre veículos, com pedestres ou com objetos parados ao longo da via. Um acidente pode causar graves lesões e até a morte dos motoristas dos veículos envolvidos, seus passageiros e até pessoas em veículos ou na pista que não estejam diretamente envolvidas no acidente. Construções à beira da via também podem sofrer danos.

Melhores equipamentos de segurança para motoristas, passageiros e veículos combatem esse problema. Ao longo dos anos, itens como faróis, luzes de freio, limpadores de para-brisas e desembaçadores de vidros facilitaram a visão do motorista. Pneus melhores ou especiais para certas condições climáticas, como neve, freios antitravamento e tração nas quatro rodas ajudam os motoristas a evitar acidentes no mau tempo. Quando um acidente ocorre, equipamentos como cintos de segurança, apoios de cabeça e airbags, além de capacetes para ocupantes de motocicletas e bicicletas, fornecem uma proteção ainda maior para as pessoas envolvidas.

Use o cinto de segurança 
Foto gentilmente cedida por parentsofyoungdrivers.com

Bons hábitos de segurança no trânsito começam cedo. Os jovens motoristas devem aprender sobre a importância do uso do cinto de segurança quando aprendem a dirigir.

 

Airbag 
Foto gentilmente cedida pela Wikimedia

Os airbags, que inflam mediante impacto, têm recebido o mérito por muitas vidas salvas em colisões frontais.

 

Airbag lateral 
Foto gentilmente cedida por Mercedes Benz USA

Os airbags laterais fornecem proteção extra em colisões laterais.

 

Pedestres na pista

Foto gentilmente cedida por Juan Esteban Revelo Hinestroza

Pedestres e vendedores de flores e outros artigos também podem compartilhar a pista com todos os tipos de veículos.

O comportamento de motoristas, passageiros e pedestres — seja andando ao lado da pista, conduzindo uma bicicleta ou motocicleta, ou andando ou dirigindo um carro — afeta a segurança. O motorista ou passageiro mais experiente normalmente é um motorista ou passageiro mais seguro. A exceção vem com o comportamento negligente — por exemplo, usar álcool ou outras substâncias que possam prejudicar a capacidade de julgamento antes de assumir o controle de um veículo ou até mesmo fazer uma caminhada perto de uma via movimentada.  

Governos individuais e a comunidade internacional estão tomando consciência sobre os perigos de ruas e estradas. As Nações Unidas e outras organizações lançaram várias iniciativas destinadas a aumentar a conscientização e tratar o problema da segurança no trânsito em âmbito global. Na verdade, as Nações Unidas designaram o terceiro domingo de novembro como o Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito. 

Indo Mais Fundo

Indo Mais Fundo

Saiba mais sobre
estatísticas de segurança no trânsito.

Todos temos nosso papel nesse assunto. É a nossa vida que está em risco. Então, vejamos como manter a segurança em quatro dos principais meios de locomoção: o carro, a motocicleta, a bicicleta e nossos próprios pés. Vamos pular os ônibus porque, em geral, não há muito que os passageiros de transporte público possam fazer em relação à segurança. Contudo, não entre ou saia de um ônibus em movimento — isso é procurar encrenca.

A história do automóvel é uma boa forma de analisarmos a segurança no trânsito. À medida que os veículos ficaram maiores, mais rápidos e mais potentes, melhores equipamentos de segurança se tornaram necessários para proteger motoristas e passageiros. Mas o comportamento de motoristas, passageiros, pedestres, ciclistas e motociclistas contribui para a manutenção da segurança no trânsito.


Deseja mais informações?